Segundo informações compartilhadas do Comitê sobre os Direitos da Criança da ONU (Organização das Nações Unidas), foi revelado rascunhos de uma nova diretriz para o Protocolo Facultativo Referente à Venda de Crianças, Prostituição e Pornografia Infantis para a Convenção dos Direitos da Crianças.

A nova diretriz tem como foco aumentar a segurança das crianças em ambientes digitais, como redes sociais, sites e entre os itens adicionados ao tal rascunho, entre eles um que pode enquadrar conteúdo de animes e mangás com lolicon (garotas menores) e shotas (garotos menores) como pornografia infantil.

O texto a princípio destaca “Estados Participantes proíbam, por lei, todas as formas de materiais que contem abuso sexual infantil”. Serão considerados como formas de materiais visuais “fotografias, filmes, ilustrações e desenhos animados“.

Pelo texto do Protocolo Facultativo é considerado como pornografia infantil “qualquer representação de crianças envolvidas em situações sexuais explícitas reais ou simuladas”.

O que é Lolicon ou Lolis ?

Lolicon significa lolita complex, ou seja, complexo de lolita em inglês. A palavra é usada no Japão para pedofilia ou efebofilia. Fora do Japão, geralmente é usada quando se refere a animes ou mangás que retratam meninas menores de idade (de 6 a 14 anos) em situações sexuais ou de nudez.

lolicon-onu-black-bullet
Anime: Black bullet

As leis japonesas acima de tudo consideram que mangás e animes sobre lolicon não são ilegais desde que crianças de verdade não sejam empregadas na sua produção, bem como permitindo o surgimento de um grande mercado para esse tipo de produto. As leis mexicanas também permitem o lolicon.

Deixem sua opinião o sobre o caso.

Via: OtakuPT e Wiki